sexta-feira, 15 de março de 2013

VELHOS ESTANDARTES XIV

ESTANDARTES DA CAVALARIA

D.  JOSÉ  I
1750 - 1777

Os estandartes da cavalaria no tempo do rei D. José I, começaram aparecer esquartelados de 16 quartéis de diferentes cores, predominando o verde, o branco (cores da casa de Bragança), o azul e o vermelho, continuando os respectivos comandantes acrescentar-lhes outras cores particulares.
Colecção particular
No circulo branco, colocado no centro da bandeira, encontrava-se o escudo nacional ou em sua substituição a divisa do comandante. Era regra, nos cantos e sobre fundo igualmente branco, encontrar-se a cifra real bordada a ouro. 


PEQUENO APONTAMENTO HISTÓRICO:


CAMPANHA DE 1762
OU
 "GUERRA FANTÁSTICA"

Mestre-de-Campo General
Decreto de 29 de Abril de 1761
Colecção particular
Não tendo Portugal acedido à exigência de fechar os seus portos ao comércio inglês, a Espanha e a França coligadas declararam-nos guerra. Efectivando a ameaça, logo no dia 30 de Abril de 1762, isto é, seis dias após a entrega da nota cominatória, entravam os espanhóis, na força de mil e oitocentos homens de tropas ligeiras.


No dia 26 de Agosto uma coluna das nossas forças comandada pelo General Bourgoyne, composta por dez batalhões de infantaria e quatro de cavalaria, que tinham atravessado o Tejo dois dias antes, conseguiram depois de uma marcha de quinze léguas sem descanso, cair de surpresa sobre valência de Alcântara, onde se julgava existirem depósitos de armas e munições, e espalhando o terror, inutilizaram e destruíram provisões e forragens ali encontrados, destroçando umas companhias do Regimento de Sevilha, chegados havia pouco tempo, fazendo muitos prisioneiros entre os quais diversos oficiais. Neste feito distinguiu-se o Capitão de Infantaria do Regimento do Conde do Prado, António Pedro Mouzinho de Albuquerque, pelo que em virtude da proposta do Marechal-General, foi promovido por distinção ao posto de Tenente-General.


Colecção particular


Conde Lippe
Colecção particular

O Conde de Lippe comunicou o acontecimento ao Conde de Oeiras nos seguintes termos:
" Il.º e Ex.º Sr. Tenho a honra de remeter a V. Ex.ª por mão do Tenente Lewis do Regimento do Brigadeiro-General Bourgoyne, em que tenho encarregado a condução de três bandeiras espanholas do Regimento de Sevilha, para que as vá colocar aos pés de S. Majestade Fidelíssima. Este oficial distinguiu-se muito na acção de Valença, onde se tomaram as ditas bandeiras. Deus guarde V. Ex.ª. Mais fiel vassalo. "O Conde Reinante de Schaumbourg Lippe. Marechal-General". Nisa, 30 de Agosto de 1762.


Forte de Nossa Senhora da Graça em Elvas
Vista aérea

OUTROS ACONTECIMENTOS NESTE REINADO:
Policiamento e ajuda na remoção dos escombros, na cidade de Lisboa, devido ao terramoto de 1755; tumultos no Porto 1757; Campanha de 1762 ou "Guerra Fantástica" contra a Espanha;  inicio das obras do Forte de Nossa Senhora da Graça ou Forte Conde Lippe em Elvas 1763; obras de fortificação da Praça de Almeida 1764.
Regimento de Cavalaria de Castelo Branco
Oficial.
Regulamento de Uniformes de 24 de Março de 1764
Colecção particular

Texto e ilustrações: marr

Sem comentários:

Enviar um comentário